Parque das Nações 4975-8494 | Sta Terezinha 4997-2788 contato@wizardsantoandre.com.br

Ao chegar em um novo país para o intercâmbio, ficar um pouco perdido é normal. Mas também é possível se preparar com antecedência antes de viajar e evitar situações embaraçosas e aborrecimentos. A seguir, seguem algumas dicas simples para chegar bem em um novo país e não encarar nenhuma dificuldade que atrapalhe a sua experiência internacional, sendo uma viagem inesquecível marcada por lembranças positivas.

1. Chip de operadora local para celular
Providencie um chip de alguma operadora de telefonia local assim que você desembarcar no seu destino. Assim, você terá mais facilidade e praticidade para se comunicar com seus parentes e amigos que ficaram no Brasil, seja através de chips com planos para efetuar/receber ligações ou até mesmo chips de dados com pacotes exclusivos para conexão com a Internet, que costumam ter custo mais acessível. Além disso, será mais fácil de encontrar destinos que lhe interessem: ao se conectar na Internet, você poderá buscar um restaurante que deseja conhecer, ou um caminho mais fácil para um ponto turístico. Se você achar melhor, pode já sair do Brasil com o chip comprado – algumas agências de intercâmbio comercializam chips com operação no exterior. Ao chegar no aeroporto de seu destino internacional, você já poderá trocar o chip de sua operadora do Brasil pelo novo chip.

2. Bateria extra para celular
Como você vai ficar muito tempo andando pelas ruas da cidade que escolher como destino, uma bateria portátil de celular poderá ser muito útil. Você já irá carregar seu telefone no local em que estará hospedado, mas como andará o dia todo pelos arredores conhecendo os pontos turísticos, é melhor que você tenha um carregador portátil para casos de necessidade. Afinal, sem o celular ligado você pode se perder e não ter um mapa para voltar para casa, ou ainda não ter bateria suficiente para fotografar momentos únicos de seu intercâmbio. Portanto, é melhor garantir que terá carga suficiente para não perder nenhum momento de sua viagem.

3. Dinheiro em espécie e ativação de cartão de crédito
Leve sempre um pouco de dinheiro em espécie. Hoje em dia, praticamente qualquer pagamento é possível de se fazer com celular ou cartão bancário, mas é preciso levar um pouco da moeda local (que você poderá adquirir em casas de câmbio antes de viajar) para casos de extrema necessidade, pois alguns passeios ou comércios podem não aceitar o pagamento feito de forma eletrônica. Outra dica é checar com seu banco se seu cartão de crédito precisa ser desbloqueado para uso no exterior. Embora seu cartão pode já ser internacional, algumas operadoras de cartão de crédito requerem notificação de viagem para liberar o uso em outros países, por motivos de segurança. Para evitar constrangimentos como bloqueio de seu cartão ou estar sem dinheiro durante os passeios, essa dica é essencial.

4. Mapa da região e transporte público
Confira o mapa da região ao redor de sua host family ou residência estudantil e analise todos os lugares que podem lhe interessar, como pontos turísticos, restaurantes, farmácias. Além disso, confira meios de transporte público disponíveis, como estações de metrô, trem, ônibus, e se informe como funciona o pagamento desses meios. Também procure ver os caminhos alternativos para que você volte para sua moradia com tranquilidade e segurança. O ideal é que você sempre leve um mapa no bolso ou, se preferir, utilize aplicativos de mapas em seu celular. Assim, você poderá consultar a sua localização sempre que precisar e os horários dos transportes locais – atualmente, há diversos aplicativos que podem ajudar a traçar as melhores rotas. Uma dica é já marcar os locais importantes em seu mapa que você precisará localizar com facilidade, além dos pontos turísticos que você poderá visitar caminhando, sem depender de meios de transporte.

5. Hospitais e seguro viagem internacional
Ninguém quer ficar doente ou se machucar em uma viagem, mas imprevistos acontecem. Certifique-se sempre em olhar os hospitais próximos do local onde você vai ficar hospedado e também faça um seguro viagem antes de embarcar. Basicamente, todas as companhias de viagem e agências de intercâmbio oferecem diversos tipos de seguro com diferentes coberturas para você escolher. O ideal é que você não precise utilizar, mas, se precisar, estará disponível e é uma forma de não ter surpresas desagradáveis no seu intercâmbio. Nem todos os países possuem pronto-atendimento médico gratuito como disponível no Brasil, portanto o custo de um seguro viagem poderá ser mais acessível do que gastos hospitalares no exterior. Além disso, algumas escolas de intercâmbio exigem seguro viagem dos alunos estrangeiros, desta forma se torna um elemento obrigatório em sua viagem internacional.

Conclusão
Preparar uma mala completa também é uma dica importante para você que está de viagem internacional marcada para breve. Deseja se preparar no idioma para melhor aproveitar seu intercâmbio?
Confira na Wizard Santo Andre e agende sua visita!